Ir para o conteúdo

Prefeitura de Aparecida e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Aparecida
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
Artigo
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEI Nº 4471, 03 DE NOVEMBRO DE 2022
Assunto(s): Convênios
Em vigor
EmentaAUTORIZA O PODER PÚBLICO EXECUTIVO A CELEBRAR TERMO/CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO COM O ESTADO DE SÃO PAULO, DELEGANDO AS COMPETÊNCIAS DE FISCALIZAÇÃO E REGULAÇÃO, INCLUSIVE TARIFÁRIA, DOS SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SANEAMENTO, ABASTECIMENTO E TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO, LIMPEZA URBANA E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS PRESTADOS PELA SAAE SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA, À AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO – ARSESP E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
LUIZ CARLOS DE SIQUEIRA, Prefeito Municipal da Estância Turístico Religiosa de Aparecida, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona e promulga a presente Lei:
Art 1º. Fica o Poder Executivo autorizado, nos termos desta Lei, a celebrar TERMO/CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO, com fundamento no artigo 241 da Constituição Federal, da Lei Federal n° 11.107, de 6 de abril de 2005, do Decreto Federal n° 6.017 de 17 de janeiro de 2007, da Lei Federal n° 11.445, de 5 de janeiro de 2007, do Decreto Federal nº. 7.217 de 21 de junho de 2010, da Lei Complementar Estadual n° 1.025, de 7 de dezembro de 2007 e Decreto Estadual nº. 66.173/2021, visando à gestão associada entre o ESTADO DE SÃO PAULO e o Município de Aparecida para a fiscalização e regulação, inclusive tarifária, dos serviços públicos municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
§1º. As competências de regulação e fiscalização de que trata o caput, serão delegadas ao Estado e exercidas pela ARSESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo – nos termos da legislação vigente, observadas as normas reguladoras produzidas pela ARSESP, além dos termos do Convênio/Termo de Cooperação a ser assinado, das normas que regem a prestações de serviço pelo SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA - SAAE pelo Município, e demais normas estaduais e municipais em vigor sobre o assunto.
§2º. Em prol de maior agilidade e eficiência, o Termo/Convênio de Cooperação permitirá que a ARSESP atue em parceria com o Município no exercício das atividades concernentes à fiscalização e regulação dos serviços de saneamento básico de água e esgoto, de limpeza urbana e resíduos sólidos.
Art 2º.O Termo/Convênio de Cooperação deve estabelecer, dentre outros aspectos:
I – as obrigações da ARSESP;
II – as obrigações do Estado;
III – as obrigações do Município;
IV – o prazo de vigência e a possibilidade de sua denúncia e rescisão.
Art 3º. O Termo/Convênio de Cooperação preverá, no mínimo, as seguintes obrigações da ARSESP:
I - estabelecer normas técnicas, recomendações e procedimentos operacionais, financeiros e comerciais para a prestação e fruição adequada dos serviços;
II - definir normas, diretrizes, recomendações e procedimentos para a prestação dos serviços, objeto do contrato de prestação e plano de contas a ser observado para a escrituração da Prestadora SAAE - SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA;
III - cumprir e fazer cumprir a legislação, os convênios e os contratos relacionados ao objeto do presente ajuste;
IV - fixar critérios, indicadores, fórmulas, padrões e parâmetros de qualidade dos serviços e de desempenho da Prestadora SAAE - SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA zelando por sua observância e estimulando a constante melhoria da qualidade, produtividade e eficiência, bem como a preservação, conservação e recuperação do meio ambiente;
V - fiscalizar os serviços objeto do convênio, na forma estabelecida pelas normas regulatórias da agência, que não se confunde com a fiscalização de gestão do contrato cabível ao município, garantido à ARSESP o acesso aos dados relativos à administração, à contabilidade e aos recursos técnicos, econômicos e financeiros da Prestadora SAAE SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA, mantido o sigilo sobre informações industriais e comerciais, na forma da legislação;
VI - aplicar as sanções previstas nas normas regulatórias da ARSESP, no contrato de prestação dos serviços e na legislação pertinente;
VII - receber, apurar e encaminhar soluções relativas às reclamações dos usuários e da prestadora SAAE SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA que serão cientificados das providências tomadas;
VIII - proteger os interesses e direitos dos usuários, impedindo a discriminação entre eles, respeitados os direitos do MUNICÍPIO e da prestadora SAAE - SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA;
IX - coibir práticas abusivas que afetem os serviços regulados;
X - comunicar aos órgãos pertinentes os fatos descobertos em razão da atividade regulatória que possam configurar infrações que não sejam de competência da ARSESP;
XI - dirimir, no âmbito administrativo, as divergências entre os agentes setoriais, bem como entre estes e os usuários, com o apoio, quando for o caso, de peritos especificamente designados;
XII - deliberar quanto à interpretação das leis, normas e contratos, bem como sobre os casos omissos;
XIII - receber e analisar os relatórios elaborados pela PRESTADORA, nos termos do contrato prestação dos serviços;
XIV - estabelecer as regras relativas aos contratos de prestação de serviços a serem celebrados com os usuários;
XV - prestar as informações solicitadas pelo MUNICÍPIO relativas à prestação dos serviços em seu território;
XVI - atuar no que se refere aos reajustes e revisões tarifárias previstos no contrato e no termo/convênio de cooperação, assim como na legislação pertinente, objetivando assegurar a modicidade tarifária e o equilíbrio econômico-financeiro do contrato, bem como a eficiência na prestação dos serviços;
XVII - definir a pauta das revisões tarifárias, assim como os procedimentos e prazos de revisões e reajustes, ouvidos o titular, os usuários e a prestadora SAAE - SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA, ESGOTOS E RESÍDUOS SÓLIDOS DE APARECIDA;
XVIII - auditar e certificar anualmente os investimentos realizados pela PRESTADORA, sua depreciação e amortização, e acompanhar a reversão, quando for o caso, de bens ao patrimônio do MUNICÍPIO por ocasião da extinção do contrato de concessão;
XIX - divulgar anualmente relatório detalhado das atividades realizadas, indicando os objetivos e resultados alcançados.
Parágrafo único. A regulação e fiscalização dos serviços pela ARSESP deverá observar a legislação de concessões e de diretrizes nacionais e estaduais para o saneamento básico.
Art 4º. O Convênio de Cooperação preverá, no mínimo, as seguintes obrigações do Estado:
I - disponibilizar recursos institucionais, técnicos e financeiros necessários ao desenvolvimento das funções de regulação e fiscalização dos serviços;
II - promover, com a participação do Município, a necessária integração de ações relacionadas à regulação e à fiscalização dos serviços com aquelas ligadas aos setores de recursos hídricos, proteção do meio ambiente, de saúde pública e consumidor.
Art 5º. O Convênio de Cooperação preverá, no mínimo, as seguintes obrigações do Município:
I – manter vigente ou celebrar novo contrato de concessão ou prestação de serviços, objetivando a prestação dos serviços locais serviços de saneamento básico de água e esgoto, de limpeza urbana e resíduos sólidos;
II - fornecer à ARSESP todas as informações referentes aos serviços públicos municipais de saneamento básico de água e esgoto, de limpeza urbana e resíduos sólidos;
III - colaborar com a ARSESP na fiscalização e no acompanhamento e avaliação dos serviços e do cumprimento das metas de expansão previstas no contrato de concessão ou de prestação de serviços, mantendo a fiscalização contínua relativa ao objeto dos serviços públicos, de responsabilidade do próprio município;
IV - cumprir e fazer cumprir a legislação, o convênio/termo de cooperação e os contratos relacionados ao objeto do presente ajuste;
Art 6º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário, em especial, a Lei nº. 4.371/2021.
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE, AFIXE-SE E CUMPRA-SE.
Aparecida, 03 de Novembro de 2022.
LUIZ CARLOS DE SIQUEIRA
Prefeito Municipal
Registrada e Publicada na Secretaria Municipal de Planejamento e Governo em 03 de novembro de 2022.
Mayara Figueiredo
Secretário Municipal de Planejamento e Governo
Projeto de Lei Executivo nº 067/2022
Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
LEI Nº 4388, 28 DE DEZEMBRO DE 2021 Autoriza a Administração Pública Municipal a prorrogar, pela 2ª vez, o Convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Aparecida, firmado através da Lei Municipal nº 4.339/2021 e prorrogado, inicialmente, pela Lei Municipal nº 4.366/2021, referente ao repasse de recurso financeiro e dá outras providências. 28/12/2021
LEI Nº 4366, 18 DE NOVEMBRO DE 2021 Autoriza a Administração Pública Municipal a prorrogar o Convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Aparecida, firmado através da Lei Municipal nº 4.339/2021, referente ao repasse de recurso financeiro e dá outras providências 18/11/2021
PORTARIA Nº 735, 17 DE NOVEMBRO DE 2021 Designação da Sra. MÁRCIA AUGUSTA DE PAULA ARANTES CAMPOS como gestora financeira do Convênio a ser firmado com o Fundo Social de São Paulo – FUSSP 17/11/2021
LEI Nº 4362, 22 DE OUTUBRO DE 2021 Autoriza a Administração Pública Municipal a celebrar convênio com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo – PRODESP, para os fins que especifica, e dá outras providências 22/10/2021
LEI Nº 4353, 24 DE AGOSTO DE 2021 Autoriza a Administração Pública Municipal a firmar Termo de Convênio, com o Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Segurança Pública ou demais secretarias, nos termos do Artigo 7º., inciso I, Artigo 26, inciso XIII, e Artigo 27, inciso VIII, da Lei Orgânica do Município 24/08/2021
Minha Anotação
×
LEI Nº 4471, 03 DE NOVEMBRO DE 2022
Código QR
LEI Nº 4471, 03 DE NOVEMBRO DE 2022
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia